.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

POTEIRO – ANTÔNIO BATISTA DE SOUZA
(escultor, pintor e ceramista)

Naïf por natureza,nasceu na Aldeia de Salta Cristina da Pousa, Minho Portugal (1925)
Imigra com a família para São Paulo e mais tarde reside em Araguari, Minas Gerais, onde inicia a atividade de ceramista. Começa a trabalhar na produção de potes de uma olaria com o pai, isto na década de 40, já residindo em Goiânia . Chegaram a montar duas fábricas de cerâmica que foram á falência . Convive com os índios por mais de um ano na Ilha do Bananal, Goiás. Orientado pela folcrorista Regina Lacerda, passa a assinar o nome de Poteiro em seus trabalhos. Na década de 60, em Nerópolis, Goiás, orientado pelo Professor Antonio de Melo, passa a fazer bonecos e máscaras. De volta a Goiânia em 1972, Siron Franco e Cléber Gouvêa o orientam na pintura em tela. Chega a dar aulas de pintura no Sesc e nas cidades de Hannover e Düsseldof, na Alemanha.
Participa de Bienal internacional na Itália e no MASP em São Paulo. Inúmeras exposições no exterior no Japão, Estados Unidos passam a fazer parte da sua trajetória nas artes.
POTEIRO, um artista que retrata preconceitos, angústias e esperanças na vivência simples de homem do interior.

1 Comentários:

  • Querida colega de coluna,
    É o talento do brasileiro humilde, esquecido que, através das bençãos dos ceús e sua força de vontade, consegue um lugar ao sol.
    Beijos,
    Carlos Rímolo-Macaé-RJ-22/05/2008.

    Por Blogger Carlos Rímolo, às 22 de maio de 2008 06:04  

Postar um comentário

<< Home